segunda-feira, 10 de março de 2014

Força de vontade


A Esquerda tem razão quando diz que existem alguns indivíduos Israelitas que não querem a paz com os Palestinianos. Mas a Esquerda esquece-se que existem muitos Muçulmanos isentos de intenções pacíficas. E o esquecimento mais crasso dos canhotos é que, entre esses muitos Muçulmanos, a maioria nem são Palestinianos.

4 comentários:

I. B. disse...

Ultimamente no blog Amigo de Israel, tenho insistido no mapa de Israel, comparado com o nosso Alentejo (cabe lá dentro à vontade).

É RIDÍCULO que haja quem insista em expulsar os israelitas da Judeia e Samaria, quando toda a gente sabe que isso será simplesmente a sentença de morte para Israel, que ficará INDEFENSÁVEL.

Nunca, em todos estes anos, os árabes aceitaram outra solução que não fosse a destruição total de Israel e dos judeus.

Israel Bloom

João Monteiro disse...

O mundo árabe sempre esteve dividido por enormes clivagens, entroncadas, desde logo, em rivalidades tribais. Há uma cena bem curiosa e elucidativa no filme "Lawrence da Arábia", quando Lawrence procura unir vontades entre os vários líderes tribais e apela à unidade entre os árabes contra os turcos otomanos, um desses líderes, interpretado por Anthony Quinn, lhe responde asperamente que não sabe quem são os árabes e apenas conhece os... enumerando de seguida as tribos cujos representantes se encontram presentes.
Apenas um denominador comum existe entre todos os povos ditos árabes e que é extrapolado para todo o mundo islâmico no seu geral: o ódio ao Povo Judeu e, consequentemente, ao Estado de Israel. Esse ódio é secundado pela Esquerda que, ingenuamente e no seu folclore, acredita no reconhecimento desse mundo islâmico, pelas constantes campanhas de apoio na luta contra o Estado de Israel e, no seu “wishful thinking”, julga que continuará aceite onde e quando esse mundo islâmico se sentir com o poder suficiente para impor a sua "lei".

Um judeusito disse...

Informações muito importantes, as de I.B. Tenho que visitar esse blog ;)

Um judeusito disse...

E eu sou de esquerda... mas não tenho paciência para a maioria das criticas de certos indivíduos esquerdalhas, fruto de Ignorância sobre o assunto.