domingo, 6 de abril de 2014

Ha'aretz

Brechat Ram (Lago Ram) com o Monte Hermon ao fundo

1 comentário:

Ricardo B. Dias disse...

Não importa quão tormentoso possa ser o quotidiano, Israel continua a ser, na minha óptica, a única nação cuja existência (e sobrevivência) não pode explicar-se só pelos critérios redutores, mesquinhos, da política. Estive ali (no Golã também) no princípio de janeiro de 2012 e senti algo difícil de definir, mas muito intenso, que corrobora o que afirmei e me faz sentir estreitamente ligado a essa terra. Parabéns pelo excelente blog.