segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Falácia

O fato de existirem Israelitas e/ou Judeus contra algumas das políticas do estado de Israel não quer necessariamente dizer que estas estejam erradas, antes demonstra que são tomadas num contexto democrático, em que o direito à discórdia está salvaguardado e, em oposição aos países vizinhos, não é punido à lei da bala e/ou da corda. 

2 comentários:

I. B. disse...

Se os judeus que são contra Israel têm mais autoridade moral por serem judeus, então os que são a favor, também a têm, e são muitos mais. Os mais aclamados judeus que são contra Israel, são dois conhecidos lunáticos e anti-semitas norte americanos. Os que são a favor, são milhões.

Ou, como diria a minha sobrinha: «Daaaahhh!!!...».

Israel Bloom

it disse...

Em todo o lado há "Miguéis de Vasconcelos". Ficam sempre na história pelas más razões.