quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Invasores e nativos

Quem são os líderes israelitas e palestinianos nascidos na Palestina?

Líderes israelitass:
- Binyamin Netanyahu, nascido 21 de outubro de 1949, em Tel Aviv.
- Ehud Barak, nasceu no dia 12 de fevereiro, 1942 Mishmar HaSharon, Mandato Britânico na Palestina.
- Ariel Sharon, nascido 26 de fevereiro, 1928 em Kfar Malal, Mandato Britânico na Palestina.
- Ehud Olmert, nasceu em 30 de setembro de 1945 Binyamina, Givat Ada, Mandato Britânico na Palestina.
- Yitzhak Rabin, nasceu 1 de março de 1922, em Jerusalém, Mandato Britânico na Palestina.
- Yitzhak Navon, Presidente do Estado de Israel, em 1977-1982. Nascido em 09 de abril de 1921, em Jerusalém, Mandato Britânico na Palestina.
- Ezer Weizman, o presidente de Israel, em 1993-2000. Nascido 15 de junho de 1924 em Tel Aviv, Mandato Britânico na Palestina.

Líderes palestinianos árabes:
- Yasser Arafat nasceu 24 de agosto de 1929 no Cairo, Egito.
- Saeb Erakat, nasceu em 28 de abril de 1955, na Jordânia. Ele tem cidadania jordaniana.
- Faisal Abdel Qader al-Husseini, nasceu em 1948 em Bagdá, Iraque.
- Sari Nusseibeh, nasceu em 1949, em Damasco, Síria.
- Mahmoud al-Zahar, nasceu em 1945, no Cairo, Egito.

Os israelitas que nasceram na Palestina são chamados de "colonizadores ou invasores", enquanto que os líderes árabes palestinianos que nasceram no Egito, Síria ou Iraque são chamados de "palestinianos nativos".

6 comentários:

Luís Lavoura disse...

Post muito interessante.

Porém, se o David Levy quisesse provavelmente obteria com facilidade a nacionalidade israelita, apesar de não ter nascido (suponho eu) na Palestina. Por outro lado, creio que os árabes da Cisjordânia não podem obter nacionalidade israelita, apesar de viverem em território ocupado, desde há muitos decénios, por Israel. Ou seja, o palestiniano nativo não pode ter a nacionalidade do país que domina o sítio onde nasceu, mas o não-nativo pode.

Anónimo disse...

o que é que isso tem a ver com o post ? o luis lavoura por vezes é muito básico.

Jesus Carlos disse...

Não é apenas incapacidade de pensar no seu caso, Luís, provavelmente será mesmo idiotia...

I. B. disse...

Meu Deus! Quantos Luízes Lavouras haverá neste mundo? :-/ Diga-me que escreve essas coisas só para chatear as pessoas, Luís! Não me assuste!

I.B.

pretinha disse...

Prezado Luis Lavaoura

Acontece que o morador de fala árabe da Margem Ocidental não tem cidadania israelense e não quer tê-la. Há poucas décadas diziam todos que eram jordanianos, diziam abertamente que palestino e jordaniano era a mesma coisa. Então a Jordânia atacou Israel, perdeu territórios que antes tinha obtido a força e, de repente, não eram mais jordanianos, eram palestinos. Que mais diriam? Se disserem, "somos jordanianos, queremos voltar a sermos jordanianos", lhes responderão, "é o que dá um país atacar um vizinho e perder, ninguém reconhece o direito de um pais a territórios que ele perdeu em guerra ofensiva".

pretinha disse...

Prezado Luis Lavaoura

Acontece que o morador de fala árabe da Margem Ocidental não tem cidadania israelense e não quer tê-la. Há poucas décadas diziam todos que eram jordanianos, diziam abertamente que palestino e jordaniano era a mesma coisa. Então a Jordânia atacou Israel, perdeu territórios que antes tinha obtido a força e, de repente, não eram mais jordanianos, eram palestinos. Que mais diriam? Se disserem, "somos jordanianos, queremos voltar a sermos jordanianos", lhes responderão, "é o que dá um país atacar um vizinho e perder, ninguém reconhece o direito de um pais a territórios que ele perdeu em guerra ofensiva".