segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Encontrado manual de combate do Hamas

Forças do IDF na Faixa de Gaza encontraram um manual de "Guerra urbana" que pertencia ao grupo Shuja'iya ddas Brigadas Al-Qassam do Hamas. O manual explica como a população civil pode ser usada contra o IDF e revela que o Hamas sabe que o IDF tenta minimizar os danos civis.

Numa parte intitulada "Limitar o uso de armas", o manual explica que:
Os soldados e comandantes (do IDF) devem limitar o uso de armas  táticas que causam danos e perda desnecessária de pessoas e [destruição de] instalações civis. É difícil para eles obter o máximo uso das suas armas de fogo.
O manual explica ainda que "a presença de civis são bolsas de resistência" que causam três grandes problemas para o avanço das tropas:
(1) Problemas com abertura de fogo
(2) Problemas no controlo da população civil durante as operações; e mais tarde
(3) Garantia de fornecimento de cuidados médicos para os civis que precisam dele
Por fim, o manual aborda os benefícios para o Hamas quando casas de civis são destruídos:
Isso aumenta o ódio dos cidadãos para os atacantes [IDF] e aumenta o apoio aos defensores da cidade [ Hamas].
  O manual:

2 comentários:

Anónimo disse...

Qualquer observador atento chega a estas conclusões, a principal estratégia do Hamas é capitalizar o sofrimento e a morte de civis para com a colaboração dos seus amigos nos media ocidentais impressionar ingénuos e tolos. Aposto que tanto os mortos como a destruição causada pela IDF, foram grandemente exageradas, e muitas das imagens foram devidamente editadas/encenadas para parecerem mais dramáticas. Depois são emitidas sem qualquer prevenção de que se trata de propaganda ao melhor estilo Goebels. Como se não bastasse ainda temos "Os protocolos dos sábios de Sião" em versão de jornal diário, mais conhecida por "Público", a insultar a inteligência dos seus leitores.
F.G.

José Jesus disse...

Roubámos.

Jota Jota