segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Encobridores

O Jornal Público fez uma reportagem sobre o maior problema que aflige as escolas em Portugal: a indisciplina. A jornalista que elaborou o texto pediu autorização ao Ministério da Educação para assistir a uma aula numa das escolas com mais problemas. O pedido foi prontamente recusado. Só quem está fora do ensino é que ingenuamente poderia pensar que o ME autorizaria tal coisa. 
Demonstrar a indisciplina vai contra toda a ideologia dominante na educação, não só porque não faz parte das verdades oficiais, mas principalmente porque desmonta imediatamente a gigantesca mentira que é o ensino em Portugal. Toda a dinâmica do Ministério da Educação, e da nomenclatura socialistoeduquesa que o ocupou, vai no sentido de encobrir, esconder e negar a indisciplina generalizada que martiriza professores e prejudica alunos.
As consequências de tudo isto foram muito bem resumidas pelo Ramiro Marques: o Ministério da Educação não protege a dignidade, a saúde e a segurança dos professores. Pode-se acrescentar que é um típico caso de negligência intencional.

4 comentários:

Daniel Santos disse...

aguardemos que um dia a educação regresse ás escolas.

Para a eternidade... disse...

A educação já vem de casa, filhos indisplinados e sem limites geram alunos nas mesmas circunstâncias. É preciso que os pais caminhem ao lado da escola.

Um abraço
Rosângela

Cirrus disse...

Se o Ministério da Educação não consegue proteger a sua própria dignidade, como espera proteger a dos outros??

David Levy disse...

@ Rosângela

Abraço :)