quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

O poder

Governo: socialista, máquina do Estado: socialista, principais câmaras: socialistas, principais freguesias: socialistas, Região Autónoma dos Açores: socialista,  empresas públicas: socialistas, empresas municipais: socialistas, Justiça: socialista, Ensino: socialista. 
Um dos candidatos socialistas à Presidência da República  queixa-se que a direita quer ocupar todo o poder em Portugal, e concorre precisamente ao único lugar de topo que não é ocupado por um socialista.  Manuel Alegre parece nem se aperceber das imbecilidades que diz. Este discurso contra a 'direita' é a maior de todas, e apenas denota que está concorrer para ser Presidente do povo de esquerda. O que por si só demonstra bem o tipo de democrata que é, e o tipo de Presidente que seria.

5 comentários:

Cirrus disse...

Ora bem, seria um zero à esquerda como presidente. Concordo. Não seria o primeiro. Aliás, viria numa linha de acentuada continuidade, diria eu...

David Levy disse...

@ Cirrus

Equivalente à decadência nacional. No lugar de 1º ministro a coisa é igual. :(

Pi-Erre disse...

O Poeta é um fingidor
Finge tão completamente
Que até finge que não sabe
Que não passa de um demente

Daniel Santos disse...

Alegre não percebeu ainda a banhada que vai apanhar.

Anónimo disse...

Cavaco vai perder as eleições.

O homem não tem jeito para aquilo.