terça-feira, 5 de março de 2013

Não se passa nada

Uns jovens muçulmanos foram à televisão holandesa expressar a sua admiração pelo que Hitler fez aos judeus e o seu lamento por não os ter exterminado a todos. A seguir ainda acrescentaram que na escola onde andam todos odeiam judeus. Na Holanda multicultural não houve até ao momento qualquer tipo de clamor com tais afirmações. É como se nada fosse. Deve ser por serem jovens muçulmanos

6 comentários:

I. B. disse...

Se fossem judeus a debitar este discurso contra muçulmanos haveria mortes por todo o globo. Sendo muçulmanos é como um «direito adquirido», um simpático traço cultural...

I.B.

João Monteiro disse...

Mais uma demonstração clara da rendição da Europa ao Islão e da sua abdicação da luta pela sua sobrevivência. Repugnante que se permita na Europa que este ódio seja propalado publicamente sob a capa da liberdade de expressão e que líderes políticos europeus se vendam desta forma a votantes muçulmanos que, logo que se encontrarem em maioria, irão transformar este continente numa Eurábia.

Anónimo disse...

Parece que o meu comentário acabou em "error". Repito-o: quando no Verão passado um israelita, "bem bebido", matou um imigrante, o PÚBLICO escreveu 4 páginas sobre o racismo israelita. Quando algo deste género ocorre "aqui ao lado", nem "um pio". Preocupante.

FS

Anónimo disse...

Cada vez melhor, esta Euromerda.
Tenho vergonha de ser europeu e ocidental. Isto sim, é decadencia.
EJSantos

Daniel Azevedo disse...

E não só: http://www.lalibre.be/actu/international/article/800966/la-visite-de-peres-a-bruxelles-fait-grincer-des-dents.html


e ainda
http://www.lalibre.be/actu/belgique/article/801446/manifestation-contre-la-venue-de-shimon-peres-a-bruxelles.html


Anónimo disse...

Aguarda-se a reacção indignada do maior representante do "jornalismo de causas" conhecido por Público, que certamente vai fazer uma edição especial sobre o assunto...
F.G.