quarta-feira, 10 de abril de 2013

Vai estudar, Sócrates!

3 comentários:

Luís Lavoura disse...

Os professores universitários neste país são políticos, como os outros. Neste país não há ética profissional, todos os profissionais estão dispostos a fazer política em nome da sua profissão. Um jornalista faz política, um juiz faz política, um professor universitário faz política, um reitor faz política, etc. Logo, é natural que, se um professor universitário não gosta de Sócrates, o acuse de não ser licenciado. Di-lo na qualidade de político, não de professor que se rege por uma ética profissional.

I. B. disse...


Há certas vozes que não chegam ao céu, é o que vale...

I.B.

Anónimo disse...

Os cursos de sokas e do relvas são iguais. Apenas que o relvas fez uma carreira sem curso e não precisava dele nem o curso lhe serve para nada: apenas para mostrar. sokas usou um falso curso para conseguir um emprego público na covilhã, para assinar projectos e para fazer ilusionismo tirando e metendo falsos curriculns: câmaras, assembleia da republica, etc