quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Quais são os membros do Conselho dos Direitos Humanos da ONU?

São 47 os membros: Angola, Benim, Botswana, Burkina Faso, Camarões, Congo, Djibuti, Líbia, Mauritânia, Ilhas Maurícias, Nigéria, Senegal, Uganda, Bangladesh, China, Índia, Indonésia, Jordânia, Kuwait, Quirguistão, Malásia, Maldivas, Filipinas, Qatar, Arábia Saudita, Tailândia, República Checa, Hungria, Polónia, Moldávia, Roménia, Rússia, Chile, Costa Rica, Cuba, Equador Guatemala, México, Peru, Uruguai, Áustria, Bélgica, Itália, Noruega, Espanha, Suíça e Estados Unidos. 
Foi este conselho, composto de países altamente recomendáveis e exímios respeitadores dos direitos humanos, que condenou mais uma vez Israel pelas construção de casas na Judeia e na Samaria. Israel tem mais condenações por violação dos direitos humanos que todos estes países juntos.

7 comentários:

Hernani Plácido disse...

you know.....bla bla bla....they are all same...dont worry.....israel will be eternal...with jerusalem as eternal jewish capital...

Luís Lavoura disse...

O facto de o dito Conselho não ter grande (ou não ter nenhuma) credibilidade não implica que esta sua condenação não tenha razão de ser.

Anónimo disse...

"65 UN resolutions against Israel; ZERO against Palestine"

"Of the 1822 resolutions passed by the U.N between 1948 and 2009, 235 have involved Israel, which equates to 13% of all resolutions. This percentage rises if we look at 1948 to 1994 then 20% of all UN resolutions involved Israel."

http://www.jcrcboston.org/focus/support/resources/un-bias-against-israel.html

Anónimo disse...

Este órgão está nas mãos dos membros da OIC que votando em grupo tudo faz para demonizar Israel. E tem, na jornalista do Público, Margarida Santos Lopes, uma adepta ferrenha.

Lura do Grilo disse...

"More disturbing is that only a few of the dozens of Western-funded human rights organizations that operate in the Gaza Strip have raised their voice against Hamas's abuse of children. Even the United Nations Children's Fund [UNICEF], which was created to work for children's rights, their survival, development and protection, has yet to condemn Hamas for recruiting school children to its military apparatus.

Thousands of Palestinian schoolchildren have been receiving military training in the Gaza Strip to prepare them for jihad against Israel.
According to Mohamed Siam, a senior official with the Hamas-run ministry, some 9,000 high school children have already joined 36 camps throughout the Gaza Strip and are being taught how to use various types of weapons and handle explosives." Gatestoneinstitute

Anónimo disse...

"65 UN resolutions against Israel; ZERO against Palestine"... pois é: como é que se podia passar resoluções contra uma entidade que era inexistente?

João Monteiro disse...

Abba Eban, reputado académico e estadista israelita, com o humor implacável que lhe era característico, definiu assim a atuação da ONU em relação a Israel: "Se a Argélia submetesse uma Resolução à aprovação declarando que a Terra era plana e que tinha sido Israel a aplaná-la, ela seria aprovada por 164 votos a favor, 13 contra e 26 abstenções."