sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Imagens do bloqueio israelita à Faixa de Gaza






Dia-a-dia de um mercado na Cidade de Gaza, durante o hediondo, criminoso, brutal e imperialista bloqueio que o Estado nazi-sionista de Israel impõe ao martirizado e heróico povo palestiniano. Um flagrante caso de escassez de bens de primeira necessidade. Um crime contra a humanidade!
Achado aqui, aqui e aqui.

13 comentários:

Range-o-Dente disse...

Falta kaviar, caro Levy. Sem isso, o bushismo nazi-sionista anda à solta.

Chapelada.

Cirrus disse...

AHAHAHAH!!!

Esta foi boa!!

GiGi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pi-Erre disse...

"Um povo que foi oprimido só sabe oprimir".

Grande frase. Quase tão genial como esta:

- A saia da Carolina tem um lagarto pintado.

Dylan disse...

"Nazi-sionista"?!
Acho que tem de rever esse conceito pois é um insulto ao povo judaico...

Levy disse...

@ Dylan

Claro que é. A minha posta denuncia exactamente isso. O texto que coloquei em baixo das fotografias é o que o "agitprop" anti-israel usa, e está em total contradição com as imagens.
Pensava que se percebia bem a minha ideia e que não era preciso explicar isto.

Dylan disse...

Levy,

Achei esse seu artigo estranho mas realmente não me apercebi da ironia corrosiva. Sorry!

Levy disse...

@ Dylan

lol este blogue é amigo de Israel. Era isso mesmo:uma ironia.

gigi disse...

e quem disse que esse mercado fica em gaza?
quem tirou as fotos? como entraram lá para
tirar essas fotos? qual o nome do mercado?
90 por cento pobres - será que se trata de um bairro rico?as pessoas tem dinheiro pra comprar essas frutas?se tem , porque fazem túneis? e porquê Israel vive destruíndo os túneis?

Levy disse...

Gigi,

foi um lapso meu não referir as fontes. Vou acrescenta-las no post e deixo-as também aqui:

http://galiza-israel.blogspot.com/

http://jss.over-blog.com/article-35784030.html

http://www.paltoday.com/arabic/News-57047.html

Desta ultima pode accionar a tradução para português, na qual diz explicitamente são mercados de Gaza.

As fotos são toda da agência Paltoday, palestiniana. Ou seja a fonte é palestiniana.

Os túneis são destruídos porque servem para o contra bando de armas. Ao contrário daquilo que os média ocidentais vomitam a toda a hora, Israel permite a entrada de dezenas e dezenas de camiões em Gaza diariamente. Ou julga que estes produtos todos passam por túneis bombardeados?

O bloqueio à Faixa de Gaza é um mito parecido com o dos campos de refugiados.

Nuno Castelo-Branco disse...

Pois, aqui em Portugal, como as coisas andam, ainda um dia quereremos ser "bloqueados" para podermos aceder a mercados "vazios" como aquele que as fotos mostram!

gigi disse...

Sim., acho que esse povo do oriente médio se merecem. Um mente de um lado, dizendo que quer a paz, outro dizendo que não tem o que comer.
se bem que pode ser alguma coisa por causa do feriado religioso deles.O tal Ramadã, e como o ano judaico esta chegando, liberaram os caminhões...

Levy disse...

@ Gigi

Claro gigi, quando o argumento anterior (das fotos serem falsas) falha, logo se arranja outro (o ano novo judaico). Quando não há argumentos, inventam-se.