terça-feira, 18 de outubro de 2011

Shalit


3 comentários:

Luís Palma de Jesus disse...

Por entre lobos e exércitos que se confrontaram ferozmente a pretexto do caso Soldado Shalit, impressiona a fragilidade e o jeito nada militarizado do róprio Shalit

Lura do Grilo disse...

Gostava de saber o papel do Egipto no período de detenção do soldado Shalit. Iria apostar que esteve preso no Egipto.

David Levy disse...

@ Lura

Confesso que não sei. Não acompanhei muito este assunto. Sei apenas que a Tv do Egipto transmitiu em directo a libertação do Shalit e que Netanyahu fez deste caso uma gigantesca manobra de marketing político.