quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Jerusalém Pride

A capital de Israel assistiu hoje à 10.ª marcha do Orgulho Gay e Lésbico. Cerca de 4000 pessoas percorreram a distância entre as ruas King George e Keren HaYesod em defesa dos direitos dos homossexuais. A marcha contou também com o protesto dos haredim e com uma forte presença policial. Reportagem aqui.

5 comentários:

Anónimo disse...

Dá que pensar: se os bons rapazes das 4 bandeiras em baixo pudessem... veja-se lá: judeus e gays!...
AM

Civilização e Fronteira disse...

Verdadeira tolerância ou homonacionalismo?
Sempre há-de ser mais agradável para um homossexual viver em Israel do que nas suas vizinhanças, mas...

Jorge de Jesus disse...

Eu vivi em Israel e participei varias vezes no pride de Jerusalem e Tel aviv, e em Jerusalem parecia um circo com os ultra ortodoxos a protestarem, mas Tel aviv e' bastante tolerante. O pride de Tel aviv e' must !!!

Pessoalmente acho Israel um pais muito tolerante :)

O que me surpreendeu foi a forca que a Agoda (associacao de gays/les) tem na socidade civil, quase que como uma mafia. Na universidade onde estava tinhamos o grupo "sagol" dos estudantes gay que tinha bastante forca.

Jorge de Jesus disse...

O pride de Jerusalem e' mais um circo que outra coisa com os ultra religiosos a protestarem....mas sinceramente os ultra religiosos protesta pelo que seja.

O pride de Tel aviv e' mais natural e mais amigavel e consideralmente maior, para quem nao sabe Tel aviv e' uma cidade muito gay friendly do genero Madrid ou Amsterdam.

O que mais me surprendeu em Israel foi a forca que as associacoes gays (Agooda) tem, em especial na universidade onde estava. A Agooda da muito apoio a quem precise independente da orientacao sexual :)

Jorge

Jorge de Jesus disse...

Bem para quem nao sabe Israel e' bastante tolerante relativemente aos gays, e falo por experiencia propria....tb nunca tive problemas com a Embaixada Portuguesa...

O pride de Jerusalem pode ser mas "dificil" porque ha muitos protestos dos ultra religiosos, mas em Tel aviv e' mais "street party".

Em Israel a associacao de gays/les (Agooda) tem muita forca, na universidade onde estava era quase uma mafia!!!