terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Afinal Gaza também tem fronteira com o Egipto

E tem mar, aeroporto e tudo quanto há. Se calhar até um muro por ali se encontra.

8 comentários:

Cirrus disse...

É pena que nada funcione.

Anónimo disse...

Primeiro parabéns pelo seu blog.
Depois queria chamar a atenção para a diferença abrupta que se nota na imagem entre o território palestiniano e o israelita. Na parte israelita a terra está cuidada e ordenada, sendo evidente os sinais de uma agricultura cuidada e de um bom ordenamento do território. Do lado palestiniano é evidente a desordem e o desleixo.
Assim se vê o amor pelo território que os dois lados têm.
Se quiserem ver melhor consultem o Google Earth por exemplo.
F.G.

Levy disse...

@ F.G.

Obrigado. O que diz é verdade. Se a imagem for tirada de um ponto mais alto, nota-se nitidamente a linha de fronteira entre Israel e o Egipto: do lado israelita a cor é verde, do lado egípcio amarela.

Levy disse...

@ Cirrus

Está na altura de começara responsabilizar o Hamas, afinal são eles que agora ocupam o território.

Cirrus disse...

Levy, sou crítico do Hamas. Aliás, sou crítico de qualquer regime baseado na religião. O facto não invalida que evitemos ser tendenciosos, e se muito do que (não) se faz em Gazah é culpa do Hamas, há outros culpados igualmente responsáveis. Tapar o sol com a peneira não é o meu estilo.

Quanto à linha que separa o Egipto de Israel, achei graça. Talvez desconheçam o Egipto, talvez nunca lá tenham estado. Talvez desconheçam como o Egipto é um dos maiores produtores mundiais de produtos agrícolas, ao longo do Vale e Delta do Nilo. Achei graça. Até onde pode ir o preconceito e tendencialismo...

Levy disse...

Cirrus

Nada disso, apenas me referi ao que a fotografia mostra: o lado israelita esta cultivado, o lado egípcio não. Visto do espaço a diferença é abissal. Tirar desta observação qualquer outra conclusão parece-me abusivo.

Cirrus disse...

Levy, sendo que esta fronteira pouco diz aos egípcios, a não ser problemas, pode ver do espaço o delta e vale do Nilo. A diferença também é abissal e a opinião pode não parecer tendenciosa. Não quero com isto dizer que a sua o seja, como conhece bem a região, presumo que já tenha estado nos locais que referi e sabe bem que o verde no Médio Oriente não é exclusivo de Israel.

Levy disse...

@ Cirrus

Claro que sei, apesar de o Egipto não pertencer ao Médio Oriente, sei que tem zonas verdes. Mas a comparação que estava ser feita era a da zona de fronteira.