segunda-feira, 14 de junho de 2010

Israel do passado - Jerusalém, cenas da Guerra de 1948

Israelitas a serem desalojados.

 Casas depois do saque perpetrado pelos árabes.

 Cruz Vermelha auxilia os israelitas refugiados.

 Soldado das IDF a ser tratado.

8 comentários:

AliaZs disse...

para complemento...

Ashkenazi parents refuse to let daughters study with Sephardi girls, in violation of court

http://www.haaretz.com/news/national/ashkenazi-parents-refuse-to-let-daughters-study-with-sephardi-girls-in-violation-of-court-1.296299

AliaZs disse...

continuando...

Extortion in God’s name
http://www.ynetnews.com/articles/0,7340,L-3906274,00.html

JMachadoAlmeida disse...

Confesso não conseguir atingir o alcance destes comentários anteriores.

o castendo disse...

Caro David Levy,
Conhece?
http://ocastendo.blogs.sapo.pt/949829.html

David Levy disse...

Caro Castendo

Com certeza que conheço. Em Israel, tal como em Portugal, quem não concorda com a linha do governo diz o que quer e o que bem entende. Curiosamente esse senhor, Uri Avnery, passou da extrema-direita do Irgun (aqueles que o senhor ainda no outro dia aqui criticava, lembra-se?), para a esquerda "pacifista". É um direito que lhe assiste. Em Israel as pessoas costumam mudar muitas vezes de partido. Sinal que têm partidos e movimentos para onde mudar. Nem todos os países se podem gabar disso.

o castendo disse...

Caro David Levy,
Já é a segunda ou terceira vez que faz isso comigo, como dizem os brasileiros. Eu falo em alhos você responde com bugalhos.
O que eu gostaria que comentasse são as 81 perguntas (ou algumas delas). Desde logo, são ou não pertinentes (pelo menos uma parte)?
Quando o chefe da Mossad declarou o que declarou (e é público...). Para não falar na "incrível" embaixatriz em Moscovo http://ocastendo.blogs.sapo.pt/947964.html
Fiz parte do meu SMO no Regimento de Comandos. O mínimo que se pode dizer é que, do ponto de vista estritamente militar (embora não se possa esquecer que a guerra é a continuação da política por outros meios) toda a operação foi planeada e executada mal de mais para ser verdade...

David Levy disse...

@ Castendo

Você fez-me uma pergunta, eu dei-lhe uma resposta.
Se este incidente tivesse sido em Cuba ou na Coreia do Norte, e você não viria aqui pedir-me para comentar perguntas dirigidas aos governos desses países.
Em Israel há um inquérito a decorrer, há um israelita que avança com 81 perguntas próprias para o inquérito. E dai? Faz parte do escrutínio que o Governo de Netanyahu enfrenta.
Se a Operação foi mal planeada só o inquérito o poderá dizer.
Você veio bater à porta errada, porque ainda não escrevi em parte nenhuma a minha posição sobre a operação militar, nem sobre os inquéritos internos que estão a decorrer. Se se der ao trabalho de procurar, verá que não encontra nada.

Sinceramente a mim o que me causa um pouco de repulsa, é você e outros serem muito despachados a ventilar "inquéritos", "sanções" e outras coisas, contra determinados países, mas fecharem completamente os olhos ao que se passa noutros. É essa a principal critica que vos faço, e é por isso que para mim o senhor não tem moral, nem credibilidade absolutamente nenhuma para criticar o Estado de Israel nos termos em que o faz. E esse Ury Avnery ainda menos, porque um tipo que se auto-intitulou de terrorista agora aparecer travestido de pacifista, é no mínimo ridículo.

RockyBalbino disse...

Long Live Sweet ISRAEL!