quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Escola a tempo parcial

Saiu hoje o decreto que extinguiu uma das maiores bandeiras de propaganda do Governo: a escola a tempo inteiro. A partir de 1 de Setembro os alunos vão ter menos 4 horas de aulas por semana
Mas o mais curioso de tudo isto, é que os mesmos que juravam a pés juntos que a escola a tempo inteiro é que era, são  os mesmos que agora se desdizem, e juram, também a pés juntos, que menos aulas é que é bom, e que com isso se fomenta o trabalho autónomo dos alunos.

4 comentários:

António Penetra disse...

Quando vamos à feira ouvimos muitas juras. Ás vezes acreditamos e trazemos uma camisola rota para casa. últimamente quando penso em política lembro-me sempre destes espaços. Que pena a ASAE não ter jurisdição na política.

David Levy disse...

@ António,

Havia de ser bonito, a ASAE na política. Aquilo fechava quase tudo.

Joaquim Simões disse...

É um procedimento normal nos mesmos. O sr. Prof. Dr. Daniel Sampaio deu o exemplo há alguns anos, mudando o discurso de um dia para o outro como se nunca houvesse dito outra coisa nem tivesse qualquer responsabilidade pelo que na escolinha ajudou a estabelecer, por intermédio de reverentes mioleiras por ele iluminadas. E continua a encharcar de sabedoria quem o lê, abençoada seja a Psiquiatria e o berço, que tantas mordomias lhe trouxeram ao estatuto.
Desculpe, David, tenho que ir ali vomitar.

David Levy disse...

Sim esse Sampaio é outro que fala de cátedra.