segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Prós & prós

Há uma sintonia perfeita entre a agenda mediática do Governo e os assuntos que a jornalista Fátima Campos Ferreira aborda no seu fastidioso programa. Maior sincronização era difícil.

6 comentários:

Cirrus disse...

Também reparou nisso? Estava a ver que era o único. Já me julgava um maníaco das conspirações.

Apesar de tudo, e só vi o final do programa, gostei das alfinetadas do Basílio Horta ao Governo.

Anónimo disse...

A Fatinha que fale disto (com destaque para os 20 motoristas do Menino de Oiro):

De acordo com a revista Sábado de 21-10-2010, artigo intitulado "As Despesas de Sócrates Durante a Crise", apresentam-se de seguida algumas das despesas do Gabinete do sr. Sócrates:


- 436,70/dia em combustíveis (aos preços de hoje são 4549 km/dia);
- 382,00/dia em chamadas de telemóvel (são 53 horas/dia ao telefone);
- 370,00/dia em deslocações e estadas;
- 750,00/dia em despesas de representação;
- 276,00/dia em refeições;


Só aqui já vamos em cerca de 2.216 por dia, mas há mais:


- 220,00/dia em locação de material de transporte;
- 72,81/dia em telefone fixo;
- 1.434/dia em aquisição de bens;

Já vamos em cerca de 3.940 por dia.

E então que dizer do seguinte:

- 448 são as viaturas da presidência do Conselho de Ministros (gabinete do Sócrates e do Boquinha Doce);

- Desde Outubro de 2009 Sócrates nomeou 71 pessoas para o seu gabinete, onde se incluem 13 secretárias e 20 motoristas;


No total é um gasto médio diário de 11.391

Anónimo disse...

Concordo em absoluto consigo. Só há um remédio: deixar de ver esse programa. Eu já deixei.

António Penetra disse...

O Direito de Antena deixou há muito tempo de passar antes do telejornal. Agora tem programa próprio.

Arrebenta disse...

Essa tal de Fátima é conhecida no meio jornalístico por fornecer investigação dos repórteres aos investigados (políticos)
Deverá ser medalhada num 10 de junho

Faroleiro disse...

Podemos deixar de ver o programa, mas temos de continuar a pagá-lo...