domingo, 29 de maio de 2011

Ha'aretz

O nascer do Sol num campo de trigo no norte do Negev. Em Israel vastas áreas do deserto foram conquistadas  por campos agrícolas.
(Clique na imagem para ampliar)

7 comentários:

Anabela Magalhães disse...

Vi estes campos de cereais em pleno deserto aquando da minha estadia na Líbia... presumo que por esta altura deva estar já tudo lixado...
No caso eram circulos perfeitos de verde estranho a crescer entre o mais puro e duro deserto...

David Levy disse...

Anabela,

Não sei como fazem na Líbia, mas em Israel estes campos são regados com água trazida do Mar da Galileia através da Conduta Nacional da Água.

Joaquim Simões disse...

Tchhh...! E não há nenhum ecologista dos quatro costados que proteste contra a degradação do meio ambiente desértico perpetrado pela conspiração sionista?!

Anónimo disse...

Pode consultar o programa eleitoral do PS em http://viverseixal.blogspot.com/

Daniel Santos disse...

extraordinária imagem.

Anónimo disse...

Uns malandros, estes sionistas, a estragarem o deserto! É mais uma conspiração imperialista/sionista/capitalista e das agências de rating, contra o ambiente! Todos os revolucionários, que estão acampados no Rossio, denunciam mais esta acção de opressão, que visa impedir que os lagartos e cobras possam fruir o deserto!
F.G.

il disse...

«...e das espadas, fizeram arados»
(Paulo Osório). Muito bonito: a plástica da imagem; e a imagem dum deserto verde. E a ideia de pôr plásticos no sub-solo para impermeabilizar é de génio.

Na Líbia, os círculos são regados das foggaras, mas como a água tem 10.000 anos e não se renova, a ideia tem de ser muito bem gerida.