segunda-feira, 16 de maio de 2011

Sentido de oportunidade

Passos Coelho disse hoje o óbvio: o programa "Novas Oportunidades" é gerido de forma escandalosa e  deve ser auditado e reformulado. Referiu também que dar uma segunda oportunidade não pode ser uma mega encenação paga a peso de ouro. Devia ter ficado por aí, mas ainda acrescentou que o Novas Oportunidades mais não fez do que do que atribuir uma acreditação à ignorância.
Se tudo seguir o curso habitual, será mais um tiro no pé para o PSD e outro excelente sound bite para os socialistas. Amanhã teremos o primeiro-ministro a bradar aos quatro ventos que o líder do social-democrata chamou ignorantes aos 500 mil formandos do Novas Oportunidades. Se há coisa que José Sócrates tem é um apurado sentido de oportunidade para explorar todas as vírgulas do discurso do adversário. Passos Coelho já devia saber isso e medir milimetricamente o que diz.
Dizer a verdade - como foi o caso - não chega, é preciso saber dizê-la, principalmente porque Portugal é um país minado pela mentira socialista, pela propaganda socrática, pelo politicamente correcto e está cheio de gente a quem foi oferecido um certificado do Novas Oportunidades.

Actualização - Cá está: Sócrates acusa Passos Coelho de insultar os portugueses das Novas Oportunidades. É tudo tão evidente, que faz impressão que o líder do PSD não preveja nada.

9 comentários:

Anabela Magalhães disse...

É, lamentavelmente, verdade. :(

Joaquim Simões disse...

Pois... Sócrates não só tem o povo que tem, como sabe prepará-lo continuamente para continuar a ser o que é.

Anónimo disse...

É pena o (suposto) grande adversário ser tão pouco assertivo. Para além de ter sido desagradável para com os adultos certificados também o é com os formadores do programa. Mais respeitinho pelo programa porque há também muito valor nas pessoas envolvidas.
Os adultos que queiram investir neste momento em mais habilitação só têm este sistema em vigor.
Se há melhor (porque claro que há) então direccionem o discurso para alternativas em vez de cuspir no prato onde TODOS comemos de uma maneira ou de outra.

3,14

Anónimo disse...

Quem sempre apreciou esse grande e inovador programa das Novas Oportunidades foi o Dr. Alexandre dos Santos, CEO da Jerónimo Martins.

Julie D´aiglemont disse...

É uma pena que o povo não reconheça uma verdade, mesmo que esta seja dita de forma pouco diplomática.

Joaquim Simões disse...

Anónimo:

Os formadores sentem-se, na sua quase, quase totalidade, aviltados por terem que dar o programa que lhes foi imposto pelo ME, para não perderem o emprego. Não os insulte mais do que eles têm sido insultados e humilhados pela camarilha do nojo.

cotovia disse...

gostava de saber quem é o autor do artigo de Novas Oportunnidades,quem o escreve é o david ou outra pessoa?? é´que acho muito bem observado, e certo, quem oescreve?é mesmo o david ou não?cotovia

David Levy disse...

@ Cotovia

Tudo o que aparece neste blogue sou eu que escrevo. Mas porque põe isso em causa?

cotovia disse...

que ideia, não ponho em causa,nada, simplesmente acho que escreve muito bem e é um bom analista.Os meus prabens. cotovia