domingo, 25 de abril de 2010

Banco de Israel aumenta previsão de crescimento para 2010

O Governador do Banco de Israel, Stanley Fischer, apresentou ao Presidente Peres e ao primeiro-ministro Netanyahu, o relatório anual sobre a economia israelita. O documento prevê que o PIB cresça este ano 3,7%  (contra 3,5% da anterior previsão) e que o desemprego desça para 7% (contra uma taxa de 7,4% em 2009).
Fischer atribui o bom desempenho económico às políticas de redução das taxas de juro e de intervenção no mercado cambial. Estas medidas protegeram o sector exportador e permitiram à economia israelita resistir  à crise económica mundial. O Governador declarou ainda que Israel é o primeiro país do mundo a entrar na estabilização pós-recessão, tendo já iniciado um ciclo de subida das taxas de juro.

2 comentários:

Cirrus disse...

Apesar de tudo, os meus parabéns a Israel. Não é com o mal dos outros que eu vivo. Pelo contrário.

David Levy disse...

@ Cirrus

A economia dos territórios do futuro estado palestiniano (excluindo a Faixa de Gaza) está a ir no mesmo caminho: cresceu 6% no ano passado, e irá crescer 8% este ano.