sexta-feira, 19 de junho de 2009

O Império contra-ataca

O que vai acontecer no Irão depois de o "ayatollah" Ali Khamenei, Supremo Líder, ter feito um ultimato aos líderes da oposição para cessarem as manifestações ou assumirem a responsabilidade de um banho de sangue?
Durou pouco a aparente passividade do Supremo Líder do Irão. Com o discurso de hoje, colocou-se definitivamente ao lado de declarado vencedor, energúmeno Ahmadinejad, e deu a entender que não vai admitir qualquer tipo de alteração à ordem vigente. Um dos regimes mais absurdos e abjectos que existem, mostra assim as garras. Fica claro, que se os manifestantes persistirem nos protestos, poderá haver um banho de sangue. O que acontecerá depois, não se sabe, mas duas coisas parecem certas: nada ficará como antes e o regime teocrático do Irão tem aqui o seu maior abalo de sempre.

4 comentários:

Maldonado disse...

É complicado mudar establishment enquanto o Irão for um Estado religioso... :|
É caso para se dizer: ai a tola! :)

Levy disse...

Maldonado :)

O xá quando foi deposto, disse que preferia que o poder tivesse caído nas mãos dos comunistas. Ele sabia do que falava.

Maldonado disse...

Não sabia disso! :-o
Mas olha que entre comunistas e islâmicos, venha o Diabo e escolha... :/
O Irão no tempo do Xá era considerado a Suiça do Médio Oriente e estava-se a desenvolver bastante. Com os Ayatolas, regrediu até à Idade Média...

Levy disse...

Não sei se o Diabo saberia escolher:) mas os ayatolas limparam o sebo aos comunistas que antes os haviam apoiado contra o Xá. Absurdos e ironias da história.