terça-feira, 18 de maio de 2010

O dono

Mais um dia, mais uma tirada: hoje Sócrates assumiu a propriedade da política económica portuguesa. A declaração por si só é irrelevante, pois já quase todos perceberam que o primeiro-ministro meteu um país numa cratera. O que ainda não se percebeu bem é se, ao dizer estes dislates, Sócrates está a gozar com os portugueses, ou se tem apenas um parafuso a menos.  Aceitam-se apostas.

10 comentários:

Cris mary disse...

Um parafuso a menos David???? Um homem que vive sozinho e gasta por mês 1500 euros em flores frescas para enfeitar a casa devia ser no minimo ser observado por um psiquiatra competente!!!
Nunca Portugal teve alguem no governo que gozasse tanto com os portugueses afirma uma pessoa minha amiga de 79 anos!!!

David Levy disse...

1500??? Com esse dinheiro pagava uns 3 ou 4 psiquiatras.
Os portugueses deixam-se gozar, como se tem alias assistido....

Cris mary disse...

Pois mas quem convence o sr florzinhas a ir ao psiquiatra??? Tb concordo com a sua opinião!!! os portugueses deixam se gozar sim senhor!!

Daniel Santos disse...

parafuso a menos.

Anónimo disse...

Um parafuso a menos, e sem estendal de ferramentas que o acuda. Há qualquer coisa de má formação profunda no homem, quiçá, de mafioso em potência.

joshua disse...

Todos os traços de um sociopata. Também se faz de vítima e cita Pessoa.

David Levy disse...

De início parecia ser um mero vendedor da banha da cobra. Com o tempo revelou-se muito mais perigoso que isso. Se não é o chefe da máfia, anda lá perto.

EJSantos disse...

"está a gozar com os portugueses, ou se tem apenas um parafuso a menos."
Hmm, e nãp poderá ser o caso de ambas as alternativas serem as correctas?

provocação disse...

contem lá essa das flores, não será boato?

David Levy disse...

@ Menina Provocação

Não faço ideia de onde veio a história das flores, mas lembro-me de ouvir falar nisso.