segunda-feira, 24 de maio de 2010

Yishai apedrejado

 O Ministro do Interior, e líder do Partido Shas (ortodoxo sefardita), Eli Yishai foi hoje apedrejado no Bairro de Mea Shearim em Jerusalém quando visitava a casa do Rabino Yosef Shalom Elyashiv. A visita tinha como propósito o envio de pêsames e terminou da pior maneira. Judeus do grupo Neturei Karta, conhecidos pelas suas posições anti-sionistas e radicais, insultaram o ministro, furaram-lhe os pneus do carro e atiraram-lhe pedras.
A  violência dos extremistas religiosos começa a ser um assunto corriqueiro em Israel, mas desta vez teve a particularidade de se dirigir a um líder político ortodoxo, ele próprio um semi-extremista, conhecido por ter posições pouco tolerantes, quer em relação aos seculares, quer em relação aos assuntos mundanos.

5 comentários:

Hakime Goul Djounoubi disse...

Shalom.

Prefiro nem comentar esta notícia... Mas que me lembra um ditado da minha mãe, ah, isso lembra!

"O feitiço vira contra o feiticeiro".

Não sei como se ouve este provérbio aí em Portugal, mas deve de haver também.

Maria Ribeiro disse...

Levy: esse assunto dos radicais religiosos não se está a tornar um problema em Israel? É que, pelo que tenho lido, parece estarem a tornar-se um estado dentro do Estado...
Beijo de
lusibero

Hakime Goul Djounoubi disse...

Adonai que não deixe o receio da senhora Ribeiro tornar-se realidade...

David Levy disse...

Maria:)

Está, lentamente, mas está. Não confundir com os religiosos no geral, pois há muitos ortodoxos e ultra-ortodoxos que não são radicais, nem andam a queimar caixotes do lixo.

Beijo

David Levy disse...

Hakime :)

É um proverbio daqui também. Mas há mais que se aplicavam a esta situação.