segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Primeiro dia de aulas

Hoje foi o primeiro dia de aulas. Em muitas escolas houve festa e brincadeiras. Numa delas os alunos até foram à praia. Um claro sinal dos tempos. Não admira que a indisciplina suba pelas paredes, pois muitos estudantes passam o seu primeiro dia de escola - que é  o primeiro contacto que têm com o novo ano lectivo e  alguns com sistema educativo - no meio de uma animação onde só parecem faltar os palhaços. Como é que os alunos podem levar a escola a sério, se a primeira coisa que lá encontram é um circo?
Nunca passou pela cabeça das luminárias da pedagogice que o primeiro dia do ano escolar deveria servir para transmitir aos estudantes as regras referentes ao estudo e à disciplina? Um arranque sóbrio, menos agitado, e em que a ênfase estivesse no trabalho e no esforço, poderia não resolver muita coisa, mas pelo menos tinha o mérito de transmitir os sinais correctos, e não a ideia da escola como parque de diversões.

4 comentários:

Anabela Magalhães disse...

O nosso arranque foi sóbrio, ordeiro, sério. A única coisa que não colaborou foi o tempo que nos brindou com um calor de esborrachar... que nos foi tolhendo os movimentos e os raciocínios à medida que a tarde avançava...
Excelente ano lectivo, David!

David Levy disse...

Obrigado Anabela, igualmente para si.

O calor esteve por todo o lado :(

Daniel Santos disse...

Uma festa para os miúdos... então e aqueles que hoje fizeram 40 kms para ir à escola... isso sim, uma verdadeira aventura.

David Levy disse...

@ Daniel

Aposto que a viagem de autocarro foi uma "animação".