sexta-feira, 15 de maio de 2009

Os habituais cozinhados

Claro que Manuel Alegre nunca abandonaria o PS. Esteve este tempo todo a fazer render o peixe. A esta hora, ele e Sócrates já têm o cozinhado pronto, e Manuel Alegre vai deixar de incomodar o Governo. Com o tempo saberemos o que Sócrates deu a Alegre, e o que este aceitou. É mais um caso em que os habituais cozinhados da política, acabam por expor as falsas verticalidades e os superiores interesses pessoais.

3 comentários:

Mariagaby disse...

Hoje tou com veia de intelectual, por isso lá vai:no séc. XVI, o sábio Shakespeare intitulava uma das suas comédias :"Much ado about nothing"! Aplica-se! Conhecedor profundo do ser humano(que não mudou lá muito, pelos vistos), pôs uma das suas personagens a dizer:" All the world's a stage, And all the men and women merely players"! Aplica-se!
Cá por terras lusas há um ditado que também ficaria aqui bem, que eu, rapariga educada não vou escrever, mas que" ...não morde", lá isso não morde!

Mil Ideias disse...

Chegou ao fim mais uma telenovela. Será?? Ou ficou apenas protelada para 2011, possivelmente para uma nova investida eleitoral??

Levy disse...

@ Gaby

O Shakespeare é que a sabia toda...
Quanto ao morder, consta que o Socras morde e não é pouco...

@ Mil ideias
Em 2011 Alegre aparecerá como candidato perdedor do PS. Se não for traido evidentemente.